Documentos online

A maioria das pessoas reconhece como documento tudo o que é ou parece ser “oficial”. Uma certidão de nascimento, uma carteira de habilitação para dirigir, um passaporte. Outros entendem que todo tipo de “papelada” também é documento. Um contrato, um testamento, um relatório.

Juridicamente, o conceito de documento é muito mais amplo. Qualquer registro de informações é um documento, independente do formato ou de quem o produziu. Fotografias, mídias de áudio e vídeo e todo tipo de registro online – emails, conversas via mensagem instantânea, publicações em redes sociais e websites…

Qualquer registro que sirva para provar alguma coisa é um documento, por isso cuidado com o modo como você usa a internet. Um compromisso assumido em mensagem instantânea tem quase o mesmo valor de um contrato com firma reconhecida. Um negócio tratado inteiramente por email vale tanto quanto um contrato particular impresso. Confessar um crime sem querer nas redes sociais pode acabar nas piores consequências.

Lembre-se: um registro é um documento. Usando a internet, você disponibiliza os seus registros a outras pessoas. Não dá para simplesmente apagar sem ter que lidar com a incerteza – qualquer pessoa pode guardar uma cópia do que foi registrado online. Para se proteger é simples: não faça declarações falsas, não asuma compromissos que não pretende cumprir, não deixe dúvidas sobre as suas posições e intenções. Seja transparente e não faça nada de errado.

Não há nada que fique encoberto para sempre….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *